quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Customização da agenda planner fichário

Vamos falar da customização da agenda planner fichário nova?

Falei dela no post anterior, a minha Macaron tamanho A5 cor rosa escuro. Eu achei a cor da capa muito séria e queria usar as folhas que vieram e acrescentar folhas do caderno Neon Kori, que eu nunca tinha usado e estava parado na minha estante. Comecei pela capa do caderno, que é linda e de papel couché 180 gr. Usei um estilete e régua para cortar a parte furada, que dava o tamanho certinho das folhas que vieram com a agenda.

 
Atrás da capa usei como dashboard, para colocar os post-it's e flags. Tem flag e post it da Spiral e flags de papel da 25 de março.

 
Eu removi as abas das divisória que vieram com a agenda, pois ficavam em cima e atrapalhavam o uso da régua Today, coloquei as abas na lateral com esses divisores adesivos da Yes, preciso de mais, pois os meus acabaram. Eu estou usando elas sem decoração, pois estou esperando as minhas whasi tapes e adesivos chegarem.

 
 
A primeira parte do meu planner são as divisões por área de interesse, tenho família, casa, alimentação, finanças, estudos da Bíblia e projetos. Para cada um uso uma cor específica de divisória e, quando possível, de folhas, assim fica fácil identificar as coisas com uma olhada rápida. Algumas também tem folhas que vieram na agenda, como a parte de alimentação e a financeira, em outras divisões eu acrescentei apenas algumas folhas da agenda, para mesclar um pouco o uso das folhas.


 
A ideia é usar livremente essas folhas para escrever a mão, já que a cor delas já é um destaque incrível! Vi uma pessoa que após recortar as folhas fez a impressão só em preto nessas folhas, mas eu não tinha idéia do que precisava de cada área e folha, então vou escrever tudo. As folhas do caderno tem 75 gr, mas parecem reter mais a tinta do que o esperado.


 
Vamos agora falar da parte de customização das folhas que vieram no planner. Usei as canetas abaixo e uma régua para as folhas pautadas, to-do, grid e quadriculadas. Essas canetinhas só são recomendadas em papel com gramatura acima de 100, pois vazam pro outro lado.

 
Eu comecei com a parte financeira não sei bem o motivo, mas deu aquele click e eu aproveitei! Usei folhas To-Do e folhas com linhas.

 
Depois eu fiz foi a parte de contatos, gostei muito do uso da marca texto.

 
Usei uma imagem do Pinterest como inspiração e fiz o mês com a folha na horizontal. Como o grampo do fichário tem capacidade para poucas folhas, vou manter todas as folhas com os meses no planner, para marcar os compromissos futuros e manter apenas as folhas semanais do mês corrente.

 
Na parte de trás do mês coloquei aqui no track monthly as minhas rotinas Fly Lady e outras coisas.

 
A semana foi difícil de definir! A minha idéia era usar um semanal em duas páginas, mas com o controle do número de folhas não dá pra exigir demais. Iniciei com a semana em 1 página, com três colunas, que define bem o conceito de prioridade dos compromissos e tarefas, com um plus para meus projetos, cronograma capilar, leituras e etc. Não tem muito espaço, tenho de ser bem sucinta e se necessário usar um post it para mais coisas.

 
Eu também tive de rever o uso dos acessórios em PVC, que eu falei em um outro post. No Ziploc, que eu ia guardar as canetas, coloquei atrás dos cartões e estou usando como um bolso de carteira, com pequenos papéis, moedas e quanto preciso ter dinheiro em espécie. O porta cartões foi utilizado para guardar uma cópia dos documentos dos meninos, para que eu possa andar com eles sem aquela neura de sempre ver onde estão os documentos deles quando saem comigo. As duas placas fosca de PVC ficaram no começo e no fim, pra proteger essas folhas que sempre acabam rasgando ou sujando. O envelope foi pra parte das finanças, onde gosto de colocar as contas que vou pagar, mas estou pensando em fazer um com uma pasta A-Z que tenho.

É assim que estou com o planner nesse momento. Estou conseguindo usar diariamente, só não levo pro almoço, onde preciso de um lugar pro celular e dois cartões. O meu planner não é pesado como dizem sobre o A5, mas eu tomo cuidado e revi o que preciso ter na bolsa, ando sempre revezando o lado que carrego a bolsa, essas coisas. Me incomodo com o espaço que ocupa na mesa, já que a minha é pequena, acabo deixando ela aberta em cima da cama. Eu não uso ele no trabalho, só abro se preciso resolver algo pessoal durante o dia, mas a mesa lá é bem maior. Estou em fase de adaptação e sempre me pego com dúvidas, se devo usar a agenda fichário A5, mas a ideia é usar ela desse jeito em 2016.
Como estou usando ele como um bullet journal, estou pensando em outros layouts para a página semanal, até rever algumas coisas das abas e fazer algo mais devorado. Acho que o bullet journal é perfeito para uso em fichário, pois se aquela página não ficou legal é só tirar e fazer outra, colocar em outra ordem, ou imprimir algo e fazer os furos. Pra quem não conhece muito sobre control journal, vou falar disso na próxima postagem.

Bjs e até mais!

domingo, 17 de janeiro de 2016

A minha planner fichário nova chegou! Review da minha Macaron A5 e comparação com a Maiorca A6

2016 começou na maior correria. O trabalho está puxado, a vida pessoal exigindo mais atenção, então está difícil atualizar o blog com a frequência que eu gosto. Dito isso, vim mostrar a minha planner Macaron A5. Ela chegou no dia 05/01, mas na loucura que estou a postagem que estava agendada para o dia 06/01 foi publicada como se eu ainda não tivesse recebido! Falha minha! Vamos as fotos?


A capa é linda! Mas é mais puxado pro rosa pink do que pro vermelho/vinho que tinha visto nas fotos, ai minha mente apagou todas as idéias que eu tinha para as divisórias e inserts! O acabamento é perfeito, não achei um fio fora do lugar! Eu escolhi uma loja muito recomendada pelos consumidores do Aliexpress e não escolhi pelo preço mais barato. Aqui está o link pra quem quiser dar uma olhada e comprar.


Os card slots, ou bolsos para cartão, são bem costurados. Atrás deles tem um bolso grande, O planner tem dois pen holder, esses lugares para caneta, um de cada lado.


A parte de trás tem dois bolsos, um grande e outro menor.



O papel que veio tem gramatura 100 e é marfim, muito bom, o tipo de papel que dá vontade de pegar uma caneta e escrever na mesma hora! São 20 folhas de to-do, 20 folhas pautadas, 20 folhas quadriculadas e 20 folhas de grid. Eu estava com mil inserts coloridos para imprimir, mas já admirando o estilo bullet journal, quando toquei nesse papel eu larguei totalmente a ideia de usar a impressora! O grampo é estreito e não deve caber mais de 100 folhas, então tive de rever todo o meu planejamento para limitar o numero de folhas.


Ela veio com divisórias bem clarinhas, como estava no anuncio, uma placa de pvc com o calendário de 2015 (why God?) e uns adesivos no estilo de selos. Esse envelope também é bem resistente, vou decorar com whasi tapes e adesivos.

Estou um tanto preocupada com o tamanho e peso, confesso que assusta, mas comparando com a minha Maiorca A6 não faz tanta diferença no peso, já que levava muita coisa na pequena. A largura da A5 é quase a mesma da A6, na altura vemos a real diferença entre as duas. Essa também é a dificuldade ao carregar, pois dependendo da bolsa não dá pra fechar. Só duas bolsas minhas não cabem a A5, mas eu não gosto de bolsa pequena mesmo.

 
 

Aqui vemos o motivo de não caber tantas folhas! Mesmo outras coisas fica difícil de colocar na A5, ela tem a lateral estreita e só cabe aquelas folhas e os cartões. Adeus kit de Stabilo, calculadora e clips decorados no planner!


O fecho também não ajuda a ter muita coisa no planner, mesmo que sejam canetas nos dois pen holder, o lugar feito para colocar as canetas. A A5 quase não comporta duas canetas Bic de 4 cores, vejam que a caneta de cima esta totalmente pra fora, as vezes eu tenho de fechar sem essa caneta e depois coloco ela na força. Na planner A6 tem um pen holder único e já coloquei 3 canetas ali, incluindo as duas Bic de 4 cores; O fecho da A6 também é bem maior, pra caber tudo o que você colocar. lembro que as vezes eu exagerava e achava ela roliça de tanta coisa que eu colocava, mas o fecho comportava tudo. Bem diferente da A5.


Mesmo com tudo isso eu amo essa planner e indico! Kkk! Pelo que escrevi agora parece que a Maiorca A6 é perfeita, mas não, tem coisas que precisei adaptar para uso, sendo que algumas me incomodavam profundamente, como já disse aqui no blog.
Eu vou tentar usar a agenda A5 na bolsa, mas se ficar inviável posso manter ela em casa com a parte financeira, diário, projetos e estudo, enquanto uso a A5 como agenda diária e coisas essenciais que preciso. A verdade é que faz muito sentido ter apenas uma agenda para concentrar suas coisas, mas carregar todas as nossas coisas é um dificultador.

Confesso que me apeguei a pequena A6 e já estava pensando em como lidar com as dificuldades dela, como lidar com a falta de bolsos para cartão, o tamanho das folhas e outras coisas. Mas surgiu a oportunidade de comprar uma maior e com ela veio novas dificuldades.

Como eu sou brasileira e não desisto nunca vou contar na próxima semana como customizei a agenda A5 agora de começo e como tem sido usar essa pequena gigante.

Até mais!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

2016 e a saga da agenda fichário continua

2016 parece que ainda não começou, hoje é 04 de janeiro mas eu estou sem a minha agenda nova...
Temporariamente, estou usando a minha Maiofax Mariorca, que me acompanhou em 2015 e sofreu tantas mudanças. Estou num misto de "chega logo agenda A5", "será que vou conseguir carregar a A5 na bolsa?", "será que devo usar as duas agendas ou é mesmo demais pra uma pessoa?" e "amo tanto essa pequena A6". Coisas que apenas pessoas loucas por agendas entenderão.
Eu dei diversas dicas de printables super coloridos, lindos, mas não sei se vou usar um printable colorido. O primeiro motivo é o preço da impressão colorida: Duas dilminhas por folha A4 colorida, 52 semanas em 2 folhas A5 = muita grana! Imprimir em casa pode sair mais barato? Dizem que sim, mas pra minha impressora cada cartucho está custando 30,00 e preciso dos 4, pois estou totalmente sem tinta. Classe média sofre! O segundo motivo é que, com o printable clean fica mais fácil e mais obrigatória a decoração. Já comprei diversas cartelas de adesivos, tenho deco tape, comprei canetas Stabilo para ajudar na decoração e recentemente comecei a usar aquarela pra decorar. Posso viver sem um printable colorido tranquilamente.
Levando tudo isso em consideração, estou usando os printables da Philofaxy, pois lá tem no tamanho A6 arquivos com a formação certinha, em Word e PDF, são muito uteis para quem quer marcar tudo na agenda!


Estou usando esse printable na agenda A6 e uso a coluna de tasks para a minha rotina manhã, tarde e noite da Fly Lady. Imprimi todo o mês de janeiro. Estou amando.



 Usarei esse semanal na agenda A5, mas fiz alteração no layout para incluir mais coisas e despoluí a parte de cima.

Eu sou uma topeira pra imprimir e já suei pra imprimir meras folhas pautadas, mas com os printables do Philofaxy não tive dificuldade pra imprimir, eles vem com a margem correta para a perfuração e não é necessário fazer alterações de margem na hora de imprimir. As únicas coisas a fazer são indicar o tamanho do papel, que sempre tem que especificar, selecionar 1 folha por página e selecionar a opção frente e verso. Também acho melhor já imprimir nas folhas cortadas no tamanho correto, pois imprimir 2 ou 4 folhas de uma só vez dá uma dificuldade na ordem das folhas que eu nem te conto. Outra boa dica para impressão é sempre fazer uma impressão em pdf, usando programas como o cute pdf, confere a ordem se está certinha e depois imprimir uma folha frente e verso, pra ver se está correto, para depois mandar ver na impressão.

Acho que meu próximo post vai ser sobre a agenda nova, que saiu da UTI/Paraná sem tributação!

Até mais!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Resoluções para 2016

Fim e começo de ano é uma época de muita reflexão e acabamos por avaliar esse período de 365 dias pelo que fizemos. Todos temos a resoluções de ano novo, alguns anotadas, outros na mente, e a maioria dirá que as resoluções são feitas para nunca serem cumpridas. Se esse é o seu caso, eu posso dizer 2 motivos para isso acontecer: Você não coloca as resoluções no seu planejamento diário/semanal/mensal e escolhe coisas impossíveis ou que dependem de algo fora do seu controle. Resolução é uma decisão firme, não algo que abandonamos o resto do ano porque você não cumpre em 2 de janeiro.
Eu prefiro chamar as minhas resoluções de metas para ano. Eu tenho uma lista de 12 metas para o ano, que quero cumprir até 31 de dezembro, tento encaixar as tarefas dessa lista durante o ano e mensalmente leio, avalio e faço uma programação para eliminar um item a cada mês. Acontece de não cumprir toda a lista, mas o importante é não desistir, se esforçar em fazer o possível e ver ao final do ano o que foi feito e ter aquela sensação de que você foi produtivo.


As metas de 2015, para as primeiras metas levadas em consideração durante todo o ano, até que caminharam bem. De 16 metas (acrescentei algumas coisas durante o ano) 3 foram adiadas, 5 cumpridas e 8 parcialmente cumpridas. Essa lista foi bem util nesse ano, mas tem que fazer uma verificação com frequência pra não abandonar ou esquecer das metas e apenas cumprir as obrigações diárias.
No próximo ano eu quero mostrar na prática como tenho levado pro meu dia as metas e não perde-las de vista.
2015 foi um ano complicado, mas me ensinou a usar a criatividade, organização e ser mais produtiva, foi um ano de aprendizado e de muitos DIY.
Agora é a hora de proveitar os 366 novos dias para ser alguém melhor! 2016 é ano bissexto!